Mensagem

HIV e a volta da promiscuidade: Uma pequena exortação para um mundo sem Deus


“…tendo os olhos cheios de adultério e insaciáveis no pecado, engodando almas inconstantes, tendo coração exercitado na avareza, filhos malditos; abandonando o reto caminho, se extraviaram, seguindo pelo caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça.”

(2Pe 2:14-15 ARA)

Ao ouvir que a AIDS (Acquired Immune Deficiency Syndrome” (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) está de volta como uma ameaça na Mídia eu não me alegro. Diante de um mundo sem Deus e cada vez mais longe de Sua Palavra, percebo que os fantasmas da minha geração não se afastaram. Sim eu sou da geração da AIDS, hoje chamada de “a geração soropositivo” ou HIV- Vírus da Imunodeficiência Humana (Human Immunodeficiency Virus).

Essa enfermidade não afligiu somente pessoas que tiveram relações ilícitas, mas filhos e famílias que não tinham nada a ver com essas relações. Por isso falo com cuidado sem acusar pessoas e sem a intenção de machuca-las, mas, ao mesmo tempo quero levantar uma reflexão sobre o que as Escrituras nos mostram sobre a promiscuidade.

Olhando o texto de 2 Pedro acima vemos que Deus exorta o cuidado com as práticas pecaminosas e que o andar desregrado (isto é sem a regra de Deus) é perigoso e inconsequente. Definindo que promiscuidade é uma forma de viver e de andar sem Deus com critérios sexuais distintos como: sexo com qualquer pessoa; uniões sexuais fora do casamento que envolvem, prostituição, adultério, satisfação sexual sem parceiros, voyeurismo (apenas olhar), o uso de revistas pornográficas, filmes pornográficos e até objetos que intencionam o prazer sexual, etc…, Deus está irado com todos aqueles e aquelas que estão longe dEle.

Quero informar que a ira de Deus não está contra o homossexualismo ou heterosexualismo, mas contra aqueles que estão longe de Deus, [Rm 1:18ss]. Deus nos criou seres maravilhosos com desejos sexuais, mas como qualquer desejo, o pecado potencializou de tal forma os desejos que os mesmos, sem Deus, se tornaram uma arma de destruição das civilizações em duas formas: destruição moral e destruição da família, (poderia acrescentar ainda a destruição que a AIDS causou e a destruição das drogas).

Em nossa sociedade estes pecados são coisas da Idade Média, pois muitos não falam destes assuntos porque isso é “politicamente incorreto”, mas a Bíblia é clara e o nosso desejo aqui é falar sobre essa “política” de uma forma clara e simples para uma geração sem Deus. Nossa proposta é denunciar como a sociedade que não ouve a Deus e nem obedece a Sua Palavra se desmorona. As estatísticas deveriam nos estarrecer quanto a forma em que o mundo vive – a Bíblia nos lembra: “nos últimos dias sobrevirão tempos difíceis…” [2 Tm 3:1] e a forma de vida dos nossos dias não têm ajudado e nem melhorado a nossa sociedade. Vamos enumerar algumas coisas que a nossa sociedade camufla sobre a AIDS:

  • A Mídia incentiva e apoia o sexo livre em qualquer instância e a sociedade segue para a AIDS. Deus é claramente contra este princípio.

Continue lendo